Calculadora de débito cardíaco Fick
cardiologia

Calculadora de débito cardíaco Fick

A Calculadora de Débito Cardíaco Fick é uma ferramenta para ajudar a calcular o débito cardíaco (débito cardíaco) com base no princípio Fick.

A Calculadora de Débito Cardíaco Fick é uma ferramenta para ajudar a calcular o débito cardíaco (débito cardíaco) com base no princípio Fick. Esta calculadora calcula o débito cardíaco usando as diferenças entre o consumo de oxigênio e o conteúdo de oxigênio do sangue arterial e do sangue venoso. O débito cardíaco refere-se à quantidade de sangue que o coração bombeia pelo corpo em um minuto e é um parâmetro importante na avaliação da função cardiovascular.

Ao usar a Calculadora de Débito Cardíaco Fick online, você pode calcular inserindo: Hgb, SaO2, SvO2 e BSA.

 


 

Hb
SaO2
SvO2
BSA
m2
Partilhar por e-mail

    2 Número de cálculos utilizados hoje
    Adicionar ao seu site Adicionar ao seu site

     


     

    Como é calculado o débito cardíaco de Fick?

    O método Fick é um método de cálculo do débito cardíaco (débito cardíaco) e se baseia na diferença entre o consumo de oxigênio e o conteúdo de oxigênio do sangue arterial e venoso. As etapas a seguir são seguidas para calcular o débito cardíaco usando o método Fick:

    1. Amostragem de sangue arterial e venoso: Primeiro, são coletadas amostras de sangue arterial e venoso. O sangue arterial geralmente é retirado de dentro de uma artéria, enquanto o sangue venoso geralmente é retirado de dentro de uma veia. Essas amostras são usadas para medir o conteúdo de oxigênio e o consumo de sangue.
    2. Cálculo do consumo de oxigênio: O conteúdo de oxigênio das amostras de sangue arterial e venoso é medido. O conteúdo de oxigênio do sangue arterial (CaO2) e o conteúdo de oxigênio do sangue venoso (CvO2) são determinados. O consumo de oxigênio (VO2) é então calculado. O consumo de oxigênio geralmente é calculado por meio de uma fórmula e expresso em mL/minuto.
    3. Cálculo do Débito Cardíaco: O consumo de oxigênio (VO2) é calculado com base na diferença entre o conteúdo de oxigênio no sangue arterial e venoso. A fórmula é a seguinte:

    Débito Cardíaco (CO) = Consumo de Oxigênio (VO2) / (Conteúdo de Oxigênio no Sangue Arterial (CaO2) – Conteúdo de Oxigênio no Sangue Venoso (CvO2))

    Nesta fórmula, o débito cardíaco é calculado usando o conteúdo de oxigênio medido em amostras de sangue arterial e venoso. O resultado geralmente é expresso em litros/minuto.

    O método Fick permite a medição não invasiva do débito cardíaco e é uma ferramenta importante na avaliação da função cardiovascular. Este cálculo é frequentemente utilizado em ajustes clínicos e pesquisas.

    O que é débito cardíaco Fick?

    Fick Débito Cardíaco refere-se à quantidade de sangue que o coração bombeia pelo corpo em um minuto. Este valor é uma medida do fluxo sanguíneo no sistema cardiovascular e é importante para avaliar a função do coração. O método Fick é um método usado para calcular o débito cardíaco.

    Neste método, o débito cardíaco é calculado usando o consumo de oxigênio no corpo e a diferença entre o conteúdo de oxigênio no sangue arterial e venoso. Dessa forma, o valor do débito cardíaco é utilizado para avaliar a eficiência do coração e sua capacidade de circular o corpo.

    Métodos de medição do débito cardíaco Fick

    O débito cardíaco de Fick é geralmente medido por um método que usa o consumo de oxigênio e a diferença entre o conteúdo de oxigênio no sangue arterial e venoso. Este método é conhecido como método Fick e pode ser aplicado de diversas maneiras diferentes. Aqui estão algumas das maneiras pelas quais o débito cardíaco Fick é medido:

    • Medição do consumo de oxigênio: O consumo de oxigênio geralmente é medido por análise de gases respiratórios. Neste método, o ar respiratório do paciente é analisado para determinar o consumo de oxigênio. Este valor representa a quantidade de oxigênio utilizada no corpo.
    • Amostras de sangue arterial e venoso: Amostras de sangue arterial e venoso são coletadas para medir o conteúdo de oxigênio do sangue arterial e venoso. O sangue arterial geralmente é coletado por meio de gasometria arterial, enquanto as amostras de sangue venoso são coletadas por via intravenosa.
    • Uso da equação de Fick: O consumo de oxigênio e a diferença entre o conteúdo de oxigênio no sangue arterial e venoso são usados para calcular o débito cardíaco usando a equação de Fick. A equação de Fick é geralmente a seguinte:

    Débito Cardíaco = Consumo de Oxigênio / (Conteúdo de Oxigênio Arterial – Conteúdo de Oxigênio Venoso)

    Esses métodos são amplamente utilizados e confiáveis para medir o débito cardíaco de Fick.

    Princípios Básicos do Débito Cardíaco Fick

    Os princípios básicos do Fick Cardiac Output são os seguintes:

    Relação entre o consumo de oxigênio e o teor de oxigênio no sangue: O método Fick baseia-se no consumo de oxigênio no corpo e na diferença no conteúdo de oxigênio entre o sangue arterial e o venoso. O coração bombeia sangue para fornecer oxigênio aos tecidos e esse sangue é utilizado pelos tecidos durante o consumo de oxigênio. Portanto, alterações na quantidade de oxigênio circulante fornecem informações sobre a eficiência de bombeamento do coração.

    Amostragem de sangue arterial e venoso: O método Fick requer a coleta de amostras de sangue arterial e venoso. O sangue arterial representa o sangue que transporta oxigênio para tecidos e órgãos, enquanto o sangue venoso representa o sangue que retira oxigênio dos tecidos e retorna ao coração. Essas amostras de sangue são usadas para medir o conteúdo de oxigênio do sangue.

    Equação de Fick: O débito cardíaco de Fick é calculado usando a equação de Fick. Esta equação determina o débito cardíaco usando a diferença no conteúdo de oxigênio entre o sangue arterial e venoso e o consumo de oxigênio no corpo. Isso calcula a quantidade de sangue que o coração bombeia pelo corpo por minuto.

    Avaliando a função do coração: O Fick Cardiac Output é importante para avaliar a função do coração. Quando o coração não consegue bombear sangue suficiente para todo o corpo ou quando o conteúdo de oxigênio do sangue que bombeia é insuficiente, o débito cardíaco cai. Isso ajuda a identificar problemas cardiovasculares, como insuficiência cardíaca, e a formular um plano de tratamento.

    Esses princípios básicos são importantes para entender como funciona o Fick Cardiac Output e como ele é usado para avaliar a função do coração.

    Aplicações clínicas do débito cardíaco Fick

    As aplicações clínicas do Fick Cardiac Output são encontradas em vários campos e desempenham um papel importante na avaliação da função cardiovascular. Algumas aplicações clínicas importantes incluem:

    Avaliação de insuficiência cardíaca:

    Fick Cardiac Output é comumente usado na avaliação da função cardíaca em pacientes com insuficiência cardíaca. O baixo débito cardíaco pode indicar uma capacidade inadequada do coração de bombear sangue e fornece informações importantes para o planejamento do tratamento.

    Diagnóstico e Avaliação da Doença Arterial Coronariana (DAC):

    Em pacientes com diagnóstico de DAC ou em risco de DAC, o Fick Cardiac Output pode ser usado como um indicador da função cardíaca. Anormalidades no débito cardíaco podem estar associadas a sinais de doença arterial coronariana.

    Avaliação pré-cirurgia cardíaca:

    Na avaliação de pacientes antes da cirurgia cardíaca, o Fick Cardiac Output pode ser útil na determinação do risco cirúrgico. Valores baixos de débito cardíaco podem indicar aumento do risco cirúrgico.

    Acompanhamento de Reabilitação Cardíaca:

    Em pacientes participantes de programas de reabilitação cardíaca, o Fick Cardiac Output pode ser usado para monitorar a melhora da função cardíaca. Valores aumentados de débito cardíaco em resposta ao tratamento podem indicar a eficácia da reabilitação do paciente.

    Terapia Intensiva e Gerenciamento de Anestesia:

    Em unidades de terapia intensiva e no manejo de anestesia, o Fick Cardiac Output pode ser usado como um parâmetro importante no manejo de pacientes críticos. É utilizado para avaliar o estado cardiovascular do paciente e otimizar o tratamento.

    Estas aplicações clínicas demonstram que o Fick Cardiac Output desempenha um papel importante na avaliação e no planejamento do tratamento de doenças cardiovasculares.