Calculadora de rácio de corrente

Calculadora de rácio de corrente

A Calculadora de Índice Atual é usada para avaliar a liquidez de curto prazo de uma empresa. Preencha o formulário abaixo e insira os ativos e passivos de curto prazo da empresa.

A Calculadora de Índice Atual é usada para avaliar a liquidez de curto prazo de uma empresa. Preencha o formulário abaixo e insira os ativos e passivos de curto prazo da empresa. A calculadora calculará o índice de liquidez corrente da empresa e mostrará quanta liquidez ela possui para cobrir suas dívidas de curto prazo.

 


 

Caixa e equivalentes de caixa
$
Investimentos de curto prazo
$
Contas a receber líquidas
$
Inventário
$
Outros ativos circulantes
$
Contas a pagar
$
Dívida de curto prazo
$
Outros passivos circulantes
$
Partilhar por e-mail

    2 Número de cálculos utilizados hoje
    Adicionar ao seu site Adicionar ao seu site

     


     

    Como a relação atual é calculada?

    O Índice Corrente é um índice financeiro usado para medir a liquidez de curto prazo de uma empresa. O Índice de Corrente é calculado comparando os ativos de curto prazo de uma empresa com seus passivos de curto prazo. A fórmula é a seguinte:

    Current \, Ratio = \frac{Short \, Term \, Assets}{Short \, Term \, Payables}

    Nesta fórmula:

    • “Ativos de Curto Prazo” representam ativos que uma empresa pode liquidar ou consumir no prazo de um ano. Isso geralmente inclui itens como dinheiro, estoques e contas a receber.
    • “Passivos de Curto Prazo” representam dívidas que uma empresa deve pagar no prazo de um ano. Isso inclui pagamentos como empréstimos de curto prazo, contas a pagar comerciais, etc.

    A interpretação do Índice de Corrente é a seguinte:

    • Se o Índice de Corrente = 1, os ativos de curto prazo da empresa são iguais aos seus passivos de curto prazo.
    • Se o Índice de Corrente > 1, os ativos de curto prazo da empresa são maiores que seus passivos de curto prazo, indicando que a empresa tem liquidez para cumprir seus pagamentos de curto prazo.
    • Se o Índice de Corrente for <1, os ativos de curto prazo da empresa são inferiores aos seus passivos de curto prazo, o que pode indicar potenciais problemas de liquidez.

    O Índice de Corrente é um indicador importante na avaliação da saúde financeira da empresa e na gestão da dívida de curto prazo. Porém, as normas do setor e as necessidades específicas da empresa devem ser levadas em consideração.

    Importância da relação atual

    O Índice Corrente é um importante índice financeiro utilizado para avaliar a saúde financeira de uma empresa e compreender sua posição de liquidez. A importância da Razão Corrente é a seguinte:

    Determinando o status de liquidez:

    O Índice Atual mostra a relação entre o ativo circulante de uma empresa e seu passivo circulante. Isso é usado para avaliar a posição de liquidez da empresa. Um índice de liquidez elevado pode indicar que a empresa tem liquidez para cumprir seus pagamentos de curto prazo.

    Compreendendo a solvência:

    O Índice Corrente reflete a capacidade da empresa em pagar dívidas de curto prazo. Um índice baixo pode significar que a empresa pode enfrentar dificuldades financeiras de curto prazo ou ter problemas para pagar dívidas em dia.

    Avaliando a saúde financeira:

    O Índice Atual fornece uma visão sobre a saúde financeira geral da empresa. Os gestores financeiros, investidores e credores utilizam este rácio para avaliar como a empresa pode cumprir os seus compromissos de pagamento.

    Avaliações de investidores e de crédito:

    Investidores e credores podem tomar decisões de investimento ou empréstimo com base no Índice Atual de uma empresa. Um índice de liquidez elevado pode impactar positivamente a saúde financeira de uma empresa.

    Planejamento estratégico:

    As empresas podem utilizar o Índice Atual em seus processos de planejamento estratégico. Esse índice pode ajudar a determinar as estratégias de gestão de caixa do negócio e atingir metas financeiras de curto prazo.

    Comparações da indústria:

    O Índice Atual pode ser avaliado comparando-o com as normas do setor. Isto é importante para compreender a posição de liquidez da empresa em relação a empresas semelhantes no setor.

    A avaliação do índice atual fornece informações importantes sobre a posição financeira da empresa e as estratégias de gestão em geral. Contudo, é importante notar que o Índice de Corrente por si só não é um indicador suficiente; deve ser avaliado em conjunto com outras métricas financeiras.

    Cálculos básicos da relação atual

    Os cálculos do Índice Corrente Básico são medidas importantes usadas para avaliar a saúde financeira de uma empresa e compreender sua posição de liquidez. Cálculos e explicações básicas da relação atual:

    1. Razão atual básica: O Índice Básico de Corrente é calculado dividindo o ativo circulante pelo passivo circulante. Este índice é utilizado para avaliar a posição geral de liquidez da empresa.
    2. Taxa atual rápida: O Índice de Corrente Rápida é calculado dividindo apenas os ativos mais líquidos (caixa, títulos, contas a receber) pelo passivo circulante, excluindo os estoques. Este índice é usado para avaliar se os estoques podem ser liquidados rapidamente.

    O Índice Básico de Corrente e o Índice de Corrente Rápida são indicadores importantes na avaliação da saúde financeira de curto prazo de uma empresa. Índices atuais elevados geralmente indicam que a empresa tem liquidez suficiente para cobrir dívidas de curto prazo. Contudo, rácios muito elevados também podem indicar que os activos não estão a ser utilizados de forma eficaz. Portanto, é importante avaliar o Índice Atual em relação às normas do setor e às necessidades específicas da empresa.

    Considerações nos cálculos da relação atual

    Alguns pontos importantes a serem considerados nos cálculos da Razão Corrente são os seguintes:

    • Definições de ativos e passivos: Para calcular corretamente o Índice de Corrente, é importante definir corretamente os termos “ativos de curto prazo” e “passivos de curto prazo”. Os ativos e passivos devem estar em conformidade com as suas definições constantes das demonstrações financeiras da empresa.
    • Papel dos estoques: Os estoques geralmente são incluídos no ativo circulante no cálculo do Índice de Corrente. No entanto, os estoques às vezes podem não ser liquidados rapidamente. Portanto, é importante compreender a rapidez com que os estoques podem ser liquidados.
    • Qualidade das Contas a Receber: Nos casos em que os valores a receber estão incluídos em ativos de curto prazo, deve-se prestar atenção se os valores a receber são cobráveis. O tempo que uma empresa leva para cobrar suas contas a receber pode afetar sua posição de liquidez.
    • Taxas de câmbio e alterações de preços: Nos casos em que as empresas operam internacionalmente, fatores como taxas de câmbio e alterações de preços podem ter impacto na Razão Corrente. É importante calcular o rácio tendo em conta estas situações.
    • Efeitos sazonais: O Índice de Corrente também pode refletir flutuações sazonais nas operações da empresa. Portanto, é importante levar em conta esses efeitos sazonais ao fazer o cálculo.
    • Comparações e normas da indústria: A avaliação do Índice de Corrente deve basear-se não apenas no desempenho passado da empresa, mas também nas normas do setor e nas comparações com empresas de porte semelhante.
    • Avaliação com Outros Índices Financeiros: O Índice Corrente deve ser avaliado em conjunto com outros índices financeiros. Por exemplo, outros índices, como o Quick Current Ratio, podem fornecer informações mais específicas sobre a posição de liquidez.

    Estes factores tomados em consideração garantem uma correcta interpretação do Índice de Corrente e uma análise mais robusta da posição de liquidez da empresa. Portanto, é importante ficar atento a esses pontos ao utilizar o Índice de Corrente na análise financeira.